– Olhe, o que é isto aqui?
– É a marcha do orgulho lésbico e gay.
– O que é isso?
– Estamos a lutar pelos nossos direitos: casar, filhos, etc.
– Casar? Mas a menina não gosta de homens?
– Gosto, claro. Mas não para casar.
– Não?! E se fosse com o Cristiano Ronaldo?
– Teria de dizer não.
– Olhe que não…
– Olhe que sim!
– Olhe que não.
– Sim, sim, sim.