Vem aí Junho e as festas do Dia do Orgulho. Mesmo quando as coisas não se mostram de feição por causa da crise e disto e daquilo, há que sair à rua e levar os amigos, a família e aqueles que esperam por uma oportunidade para participar connosco numa festa tão importante.
E dia 5, nas eleições, lembrem-se que os partidos da direita se preparam para “emendar” a lei que permite o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo, esse “erro” de Sócrates e do PS…
Não se deixem dormir no conforto das coisas conseguidas até agora, porque ainda há que proteger as recentes e frágeis conquistas.