Hoje marcha-se no Porto, sob chuva, provavelmente, mas com a alegria das seis cores que simbolizam a luta de todos lgbti. Por isso, apelamos a uma GRANDE ONDA DE SEIS CORES e todas as outras iniciativas criadas por cada grupo ou participante.
A maior das lutas é, como sabemos, a pessoal. Assumir perante si próprio, quem se ama, um pequeno círculo privado e ir alargando esse círculo é um percurso conhecido de muitos nós. Participar na Marcha do Orgulho é uma etapa importante nesse processo.
Há cada vez mais pessoas a marchar com os seus amigos e familiares lgbti. Isso é também um motivo de Orgulho, porque sabemos que essas pessoas também têm um percurso a contar.
Os preconceitos que nos afectam também são os dos que não nos aceitam. Também esses são vítimas de uma educação que só lhes permite ver a duas cores: a dos heteros e a dos homo. Essas pessoas também merecem a nossa simpatia e compreensão.
Marchemos pois por TODOS e porque o direito de não sofrer com a discriminação é universal.