All rights © Tangas Lésbicas

A primeira coisa a fazer todos os meses é, claro está, consultar as estrelas para requisitar os bons augúrios dos astros e das suas influências. Em tempo de crise é mais do que avisado e recomendado.
E sendo que este mês, ao contrário do que difunde a propaganda da crise, os astros estão particularmente generosos com os comuns mortais (pelo menos até que o advento do fim do mundo, anunciado pelos Maias para 2012, nos bata à porta), há que aproveitar e mostrar ao mundo que as boas coisas brotam como cogumelos em todo o lado e mesmo em toda a adversidade.
Quem quiser cultivar o aspecto miserabilista da vida, esteja à vontade. Há outras maravilhas neste mundo, além das que consideramos dignas desse nome. A felicidade tem muitas caras e muitos nomes, não apenas o que lhe atribuímos.
A minha vizinha do lado, por exemplo, fica feliz a fingir que está incapaz. Quem sou eu para lhe retirar o único prazer digno desse nome que ela conhece? Deusmalivre!
Assim sendo, belíssimos augúrios, prezadas primas. Que a sorte vos sorria até fazer doer os cantos da boca.