Queridas amigas, nao quero que fiquem preocupadas comigo ou que gastem os ja poucos euros em missoes de resgaste, mas a unica forma de eu comparecer aqui foi sujeitar-me a humilhacao de ter que escrever num teclado sul africano.

Fruto do mau bocado que passei com esta crise de pulmoes, sinto a minha paciencia rarefeita, como se de um momento para o outro a tivessem transportado para o topo do Everest.

Hoje entao estou num daqueles dias em que se pudesse me auto transportava para bem loge daqui e bem perto dai.

Nem um teclado de jeito estes gajos tem.

Quem, como nos, teve o privilegio de dar os primeiros passinhos no mundo da leitura e ortografia na lingua de Camoes, Pessoa, Eca, ver-se agora a bracos com esta forma selvatica de escrita e algo que deixa qualquer um de rastos.

Perguntarao voces porque estou hoje assim. Bom, a comida absolutamente intragavel daqui anda a deixar-me de mau humor. Hoje fui comprar um frango assado a um bom supermercado aqui perto. No entretanto perguntei onde podia encontrar pacotes de batas fritas….primeiro levaram-me a comida ja feita e eu disse que queria em pacote. Ok…levaram-me aos congelados. Como eu insistisse, disseram que nao tinham. Dez minutos depois dei com elas…furiosa. Cheguei a casa e quando me preparava para desmontar o frango, deparo-me com o horrivel espectaculo de ver tudo o que sao interiores, orgaos e miudezas, la guardadinhos dentro.

O melhor de tudo e que nesta terra podemos perder as estribeiras a vontade e chingar a mae e o pai deles sem dar muito nas vistas. Eu vou desabafando enquanto uma censura interna me grita piiiiiiiiiiiiiii e piiiiiiiiiiiiiiiiiiii sem interrupcao.

Affffffffffffffff…as vezes estar longe de casa enlouquece….

Alguem falou em resgate?