All rights reserved by Tangas Lesbicas

— A menina acha que estaríamos aqui se não fosse Abril?
— Assim como estamos? Nem pensar.
— Como é que estávamos se não tivesse mudado o regime?
— Provavelmente, a beber cocktails de calmantes, numa ala psiquiátrica qualquer, pobres de nós, com alucinações sobre o nosso papel sexual. Ou, se tivéssemos muito dinheiro, em Paris e em Londres, a viver com as nossas namoradas para não se notar muito.
— E agora?
— Agora vamos beber mais um piratinha e continuar a agitar as bandeirinhas ao pé dos nossos amigos vermelhinhos, que nunca nos gramaram mas têm de fazer vista grossa para bem dos números e do polítivamente correcto.
— E viva Abril!
— Primas a mil!