All rights reserved by Tangas Lesbicas

Quem a vassoura não ama, não sabe o que perde. Vassourar de quando em vez tem efeitos milagrosos na vida. Uma vez usei uma vassoura vermelha para varrer uma piada de extrema direita com resultados grandiosos. Noutra ocasião, usei uma vassoura amarela para ameaçar a comunidade bíblica em luta contra as actividades sexuais ilícitas aos olhos de Deus e dos seus cumpridores vassalos. Também me saí bem, de braço dado com uma evangelista. Numa outra altura tive de recorrer a uma vassoura azul para espantar umas adeptas do slb que queriam à viva força participar numa festa de primas em protesto contra os comedores de carne vermelha. Foi uma confusão legítima, mas as cerdas azuis venceram ao primeiro ataque. E ainda tive o prazer de usar uma vassoura roxa para exortar um padre a abandonar a banca de literatura lésbica da feira alternativa de Freixo-de-Espada-à-Cinta (se não me falha a memória). Enfim, de tanta utilidade, pouco mais posso adiantar como recomendação para levarem as vossas vassouras personalizadas para a grande festa das bruxas, no dia 31, em Cascais.