tangas-pagu

— Está a ver aquela coisa azul e branca do fêquêpê?
— Estou a ver e nem acredito…
— Pois é. Bem me chegou a tentação de lhe oferecer uma camisola do zepórtingue, mas como é o aniversário dela, não quis fazer-lhe a desfeita.
— O aniversário foi ontem…
— Bem sei, mas ainda não me atendeu o telefone. Se berrar daqui pode ser que ela ouça.
— Pode estar surda. Estamos todas a ficar mais velhotas.
— Paguuuuuuuuuuuuu!
— Pagu na Tanga, devia ser…
— Ou na Tanga com a Pagu?
— Como preferir. A ver se pega nas crónicas outra vez.
— Acho que está a ficar preguiçosa e com dificuldade em juntar as letrinhas.
— Quero ver se tem lata para lhe dizer isso na cara.
— Ainda se lhe visse a cara…

Advertisements