You are currently browsing the category archive for the ‘tangas lilazes’ category.


OS CADERNOS DE JOANA MOISÉS - CAPA (3)-SINGLE

— Já está nas leituras de verão? Que livro é esse?
— Um romance de primas em 258 páginas.
— Parece interessante. Está a gostar?
— Bastante. Está escrito na primeira pessoa, como se fosse um diário, mas sem uma sequência cronológica. Como se a protagonista se fosse lembrando de episódios da sua vida.
— Hum… E quem é essa personagem?
— A Joana Moisés do título, uma jornalista. Os capítulos vão de 1973 até 2009, e passam-se em Moçambique, Lisboa, Cascais, Londres e Andorra.
— Tudo isso?
— As histórias são rápidas. E algumas bastante divertidas. Nem se dá conta das páginas que ficam para trás.
— Cenas explícitas?
— Algumas. Afinal, isto é um livro de temática lésbica.
— Quantos capítulos?
— Vinte e sete, com referência aos anos em que se passaram, e a maioria com o nome das pikenas que os protagonizaram.
— Então a protagonista não é a Joana Moisés?
— É, claro. Mas depois vai-se envolvendo com as outras pikenas, que têm direito a um ou mais capítulos cada uma, conforme a importância e os detalhes de cada relação. Outros são experiências por que passou, descobertas e por aí fora.
— Acha que a autora se autobiografa aí?
— Na nota introdutória diz que não.
— E é conhecida?
— Nem por isso. Jornalista, com mais umas publicações, poemas, histórias para crianças, contos, blogues.
— Houve lançamento?
— Ainda não. O prefácio é do Albino Cunha, da Janela Indiscreta, que produz o Queer Lisboa.
— Parece-me bem. Despache-se lá a ler isso para eu lhe deitar uma vista de olhos.
— Não se preocupe, porque estou morta por saber com qual é que ela fica no fim.
— Depois dessa agitação toda, devia era virar celibatária…

(Os Cadernos de Joana Moisés, de Marita Moreno Ferreira, rumoresdenuvens edições)
Anúncios

tangaslesbicas-maisprincesas

All rights reserved by Tangas Lesbicas

— Primeiro andamento, Solemnia Regina: uma verdadeira princesa de sangue lilás está de ouvidos postos nas mais elevadas vibrações sonoras. Só isso lhe interessa, só para isso vive. (Nota: coroa lilás)
— Que está para aí debitar?
— Segundo andamento, Nobis Regina: a verdadeira princesa lilás reserva a mente para o total controlo do que a rodeia. É a sua dádiva à Humanidade.  (Nota: coroa azul)
— Está a compor uma ópera?
— Exactamente: a La L Principesca Simphonia.
— A sério?
— Gosta do título? Já vou no terceiro andamento, Pax Regina: a verdadeira princesa reina em paz e harmonia; nada perturba a influência divina da sua verdadeira natureza. (Nota: coroa verde)
— Acho que essa Regina lhe deu a volta à cabeça…
— Não me distraia. Quarto andamento, Regina Luminosa: a inspiração e a luz estão na verdadeira princesa, que com ela espalha a alegria e a vontade de viver por todas nós. (Nota: coroa amarela)
— Valha-nos Santa Luzia, igualmente luminosa…
— Quinto andamento, Regina Prospera: a verdadeira princesa lilás não conhece senão o êxito, a abundância, a felicidade. (Nota: coroa laranja)
— Minhas deusas, isto complica-se…
— Sexto andamento e gran finalle, Regina Apoteotica: o sangue lilás transporta consigo a força das realizações maiores, a cereja em cima do bolo. Salvé! (Nota: coroa vermelha)
— Sublimação conseguida, hã?
— Gostou?
— Tenho ali uma caixa inteira de paracetamol. Vou buscar-lhe um copo de água.
— Vá é buscar-me uma compositora, que preciso de muita música para este libreto.
— Precisa é de juízo nessa cabeça. E compressas frias.
— Sempre desconfiei da cor do sangue das suas veias…
— Como diz?
— Esse lilás anda a desbotar para o rosé?
— Quer ir dormir para o sofá hoje?


tangaslesbicas-princesas

All rights reserved by Tangas Lesbicas

Deneuves, Madonnas, DeGeneres, Fosters, Mercurys, princesas, princesas, princesas. O sangue lilás corre quase discretamente nas veias de milhões, da América à Europa, da África à Ásia e à Austrália. Rios serpenteantes de fascínio e histórias de encantar. Princesas de todo o mundo a iluminar a vida e a imaginação de todas as primas.
— A menina está a delirar?
— Claro que não.
— Está a pôr-se em bicos dos pés e a arranjar uma elite acima de todas as comuns mortais?
— Também não.
— Então?
— Estou apenas a aproveitar a fortíssima vibração da corrente lilás que nos inebria de vez em quando.
— E isso é uma coisa boa?
— Claro que é. Qualquer sentimento de pertença e união é benéfico. Eleva a mente e o corpo.
— Está a ter uma epifania lilás?
— Das mais puras. A exaltar o que de melhor existe em nós.
— Primas de todo o mundo: uni-vos que ela está de volta!
— Correcção: princesas! Ámen.

Desenhos Tangas

Encomende aqui o seu.

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 45 outros seguidores

Ler faz bem às primas!

Blog Stats

  • 294,398 hits
%d bloggers like this: